< voltar para todos os resumos

Resumo do Livro Crônicas na Bagagem, de Carina Furlanetto e João Paulo Mileski

Tempo de leitura estimado: 2 min
Facebook
Twitter
LinkedIn

O livro Crônicas na Bagagem tem cerca de 256 páginas.

(você levará 25 dias se ler uma média de 20 minutos por dia)

Em “Crônicas na bagagem: 421 dias na estrada – uma jornada de desprendimento pela América do Sul”, testemunhamos uma aventura realizada por dois jornalistas, Carina Furlanetto e João Paulo Mileski, que decidiram deixar seus empregos e estudos para embarcar em uma saga sem destino fixo, gastando suas economias em uma viagem de carro por dez países da América do Sul.

A obra se apresenta como um diário repleto de relatos detalhados e conduz o leitor a uma expedição por destinos turísticos e pouco explorados em dez países da América do Sul durante catorze meses, mas, acima de tudo, é uma viagem interior de um casal que se aventurou fora de sua zona de conforto.

Tal jornada começou repleta de dúvidas e incertezas, e que, com o tempo, formaram uma bela lição: não espere começar algo apenas quando se sentir preparado. Da mesma maneira que começou repleta de imprevisibilidades, teve de ser precocemente interrompida por um infortúnio, em 2020.

Em diversos momentos também é possível se iluminar pela bondade de muitas pessoas – e, em poucas ocasiões, ser recordado da maldade de outras; refletir sobre a felicidade nas coisas mais simples e questionar conceitos de tal felicidade e liberdade; e, principalmente, se impressionar pela capacidade de adaptação e superação que temos, e que costumamos subestimar. Se tratando de adaptação, os dois verdadeiramente se destacaram.

Podemos sentir como se conhecêssemos há anos o João e a Carina, e acompanhar em tempo real a jornada do casal pelo Instagram torna a leitura ainda mais íntima. O interessante de ler os textos que escreviam conforme viajavam é que vimos as experiências pelas quais eles passaram sob uma nova perspectiva, muito mais introspectiva. Refletimos, por diversos momentos, sobre nossas próprias vidas e sobre as diferenças entre viver ou apenas existir.

É difícil ler esse livro e não se pegar, por diversas vezes, cogitando vender todos os pertences, largar o emprego e cair na estrada, explorando culturas diferentes e realizando sonhos de infância.

Ficou curioso(a) para ler?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer o resumo de algum livro que não encontrou aqui? Deixe sua sugestão abaixo e faremos o possível para adicioná-lo.

Sua opinião é importante para nós!